Uma inventariação relâmpago de espécies de animais e plantas no Parque da Cidade de Guimarães. No dia 28 de abril, entre as 15h30 e as 17h30, os vimaranenses estão convidados a fotografar, com máquina fotográfica ou mesmo com o telemóvel, toda a biodiversidade que encontrarem. Esta é uma das iniciativas no âmbito do City Nature Challenge 2018, que Guimarães organiza de 27 a 30 de abril.

O BioBlitz Guimarães 2018 realiza-se pelo segundo ano consecutivo e terá a duração prevista de duas horas. A atividade pressupõe procurar e fotografar a fauna e flora, que pode ser qualquer planta, animal, fungo ou qualquer outra evidência de vida, existente no Parque da Cidade de Guimarães. Esta atividade é aberta à participação de todos os interessados e amantes da natureza, e será acompanhada por monitores especialistas na identificação de fauna e flora, da Universidade do Minho e Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, que ajudarão igualmente na catalogação das espécies encontradas pelos participantes. Os avistamentos feitos deverão depois ser colocados na aplicação aplicação móvel Biodiversity GO!, que está disponível gratuitamente nas lojas Google Play e App Store.

Este é mais um dos projetos que o Laboratório da Paisagem tem desenvolvido no âmbito da promoção da biodiversidade, nomeadamente através da criação da base de dados de biodiversidade.

A participação no Bioblitz Guimarães 2018 é gratuita, devendo para isso fazer já a sua inscrição. O ponto de encontro está marcado para a entrada do Parque da Cidade de Guimarães.

Para esta iniciativa o Laboratório da Paisagem conta com o apoio da STOL – Science Through Our Lives, Universidade do Minho, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, Curtir Ciência – Centro de Ciência Viva de Guimarães, AVE – Associação Vimaranense para a Ecologia e Banco Local de Voluntariado de Guimarães.