EDITAL PARA A ATRIBUIÇÃO DE BOLSAS NO ÂMBITO DAS ATIVIDADES DO LABORATÓRIO DA  PAISAGEM, DE GUIMARÃES

Anúncio para atribuição de Bolsa de Investigação (Mestre) no âmbito das atividades do Laboratório da Paisagem

Referência da Bolsa: LdP-BI-05/2018
Encontra-se aberto concurso para a atribuição de uma Bolsa de Investigação, para mestre, no âmbito do projeto “Monitorização de linhas de água urbanas e conservação e restauração de  ecossistemas” no Laboratório da Paisagem, de Guimarães.

Área Científica: Biologia, Ecologia ou Áreas Afins

Requisitos de admissão obrigatórios:

1. Grau de Mestre em na área de Biologia ou Ecologia com média final igual ou superior a 17 valores;
2. Experiência em projetos científicos da caracterização e monitorização do estado ecológico de linhas de água urbanas;
3. Experiência em projetos no âmbito da Ecologia Funcional e dos Ecossistemas;
4. Domínio da língua inglesa escrita e falada;
5. Carta de Condução B.

Fatores preferenciais de admissão:

1. Experiência na área da Educação Ambiental, gestão de projetos e trabalho em equipa;
2. Experiência em projetos científicos no âmbito da caracterização e identificação de espécies não autóctones;
3. Publicações científicas, como primeiro autor, em revistas científicas com arbitragem internacional;
4. Experiência na divulgação de resultados e apresentação de comunicações orais em congressos internacionais.

Plano de trabalhos:

1- Caracterização e Monitorização do estado ecológico de linhas de água urbanas;
2- Desenvolvimento de soluções para reabilitação de ecossistemas ribeirinhos;
3- Implementação de programa de proteção e promoção da biodiversidade urbana
4- Desenvolvimento de ações e atividades de educação e sensibilização ambiental.

Legislação e regulamentação aplicável: Lei Nº. 40/2004, de 18 de Agosto (Estatuto do Bolseiro de  Investigação Científica) e Regulamento de Bolsas de Investigação da Fundação para a Ciência e  tecnologia em vigor.

A informação está disponível em www.fct.pt/apoios/bolsas/docs/RegulamentoBolsasFCT2015.pdf.

Local de trabalho: O trabalho será desenvolvido no Laboratório da Paisagem, em Guimarães, sob a orientação científica do Doutor Carlos Ribeiro.

Duração da bolsa: A bolsa terá à duração de 6 meses eventualmente renovável até ao limite máximo permitido pela regulamentação aplicável, com início previsto a 1 de março de 2018, em regime de exclusividade, de acordo com o regulamento da FCT.

Valor do subsídio de manutenção mensal: O montante da bolsa corresponde a 980€, conforme tabela de valores das bolsas atribuídas diretamente pela FCT, I.P. no País.

Informação disponível em www.fct.pt/apoios/bolsas/valores.

Métodos de seleção: O processo de avaliação inclui duas fases: avaliação curricular (caracter eliminatório) e entrevista. A avaliação curricular será́ atribuída numa escala de 0 a 20 valores. Só́ serão chamados a entrevista, através da comunicação por e-mail, os candidatos que obtiverem uma  pontuação igual ou superior a 18 valores na avaliação curricular. A ponderação para a avaliação final  é de 60% e 40% para a avaliação curricular e entrevista, respetivamente.

Composição do Júri de Seleção: Doutor Carlos Ribeiro, Professor Doutor Paulo Ramísio e Professor Doutor Paulo Cruz.

Forma de publicitação/notificação dos resultados: Os resultados finais da avaliação serão comunicados a todos os candidatos através do email contratacao@labpaisagem.pt.

Prazo de candidatura e forma de apresentação das candidaturas: O concurso encontra-se aberto no período de 22 de janeiro a 5 de fevereiro de 2018. As candidaturas deverão ser enviadas exclusivamente por email para o endereço contratacao@labpaisagem.pt, indicando obrigatoriamente em assunto a referência da bolsa.

As candidaturas devem ser formalizadas, obrigatoriamente, através dos seguintes documentos: Curriculum Vitae, cópia do certificado de habilitações, carta de motivação e outros documentos  comprovativos considerados relevantes. Todos os documentos devem ser enviados em formato PDF.