Depois da participação na Semana Nacional sobre Espécies Invasoras, que decorreu em Portugal de 10 a 18 de outubro, numa organização da Plataforma INVASORAS.PT, o Laboratório da Paisagem mantém a sua presença ativa nas redes nacionais de combate às espécies invasoras.

No âmbito do projeto internacional “LIFE Stop Cortaderia”, o Laboratório da Paisagem foi uma das organizações presenças na 3ª reunião que decorreu esta quarta-feira, 28 de outubro. Esta sessão serviu para debater estratégias e acompanhar as últimas investigações científicas e experiências de campo no combate à Cortaderia selloana (erva-das-pampas).

Também a proliferação da Fallopia japonica, uma outra planta invasora que tem vindo a ganhar terreno no norte de Portugal, resultou na criação de um grupo de trabalho do qual o Laboratório da Paisagem é um dos membros, preparando-se para lançar um conjunto de ações que visam a sensibilização para esta temática.

Também em Guimarães, no Castro de Sabroso, e numa cooperação com a Sociedade Martins Sarmento, o Laboratório da Paisagem o Laboratório da Paisagem tem em marcha, conjuntamente com a Sociedade Martins Sarmento, um plano de controlo de flora exótica e invasora que tem provocado constrangimentos na preservação e visitação das estruturas arqueológicas, nomeadamente pela ocupação de mimosas (Acacia dealbata).