No Dia Mundial da Árvore, o Guimarães Mais Floresta deu a conhecer as primeiras empresas e entidades que já aderiram ao projeto. O momento foi assinalado através da plantação de 500 árvores autóctones, em articulação com diversas empresas e associações, nomeadamente a GNR de Guimarães, a Polícia Segurança Pública de Guimarães, a Cercigui, a Irmandade da Nossa Senhora do Carmo e da Penha, escuteiros, escolas, Jumbo Guimarães, e o E.Leclerc de Lordelo.

Domingos Bragança, o Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, deu o mote, plantando uma árvore na zona ribeirinha do Rio Selho, próximo do Laboratório da Paisagem. Outros três vereadores, Amadeu Portilha, Adelina Pinto e Paula Oliveira, repetiram a ação noutros locais, nomeadamente no Parque da Cidade de Guimarães, no Parque de Lazer de Ardão, na Montanha da Penha, na Citânia de Briteiros e na Zona Ribeirinha junto ao rio Selho. Jorge Cristino e Patricia Ferreira, coordenadores do programa ambiental PEGADAS, participaram na ação simbólica que decorreu no Parque de Lazer de Lordelo.

O Guimarães Mais Floresta, inserido no programa ambiental  PEGADAS, é um projeto desenvolvido pelo Município de Guimarães, em colaboração com o Laboratório da Paisagem, Comissão de Proteção de Crianças e Jovens e a Sol do Ave, que surge enquadrado nos desígnios da candidatura de Guimarães a Capital Verde Europeia.