As zonas ripárias têm funções muito importantes na integridade dos sistemas fluviais, tais como: estabilização das margens, regulação da temperatura, controle de escoamento e aumento da diversidade de habitats. As espécies invasoras alteram a estrutura e função das zonas ripárias e ameaçam a biodiversidade existente.

Na primeira foto, tirada em abril deste ano junto ao rio Ave, em Serzedelo, Guimarães, verifica-se que houve corte praticamente total da vegetação ripária.

Quatro meses depois regressámos ao mesmo local e observámos a disseminação da espécie Polygonum Pensilvanucum.

O controle de espécies invasoras é um dos temas de atuação com as brigadas verdes no âmbito do Projeto O Ave Para Todos.