Na noite de 7 de dezembro o projeto Lagoas e Charcas do rio Ave, do Laboratório da Paisagem de Guimarães, leva a cabo mais uma oficina gratuita, desta feira sobre anfíbios

A atividade inicia com uma breve sessão teórica, prosseguindo depois com um percurso interpretativo, onde o objetivo passa por identificar anfíbios ao longo das lagoas e charcas do rio Ave, em Castelões, com a ajuda do biólogo Pedro Alves.

O termo ‘anfíbio’ tem origem no latim anfi (= dupla) e bios (= vida), fazendo referência ao facto destes animais alternarem fases aquáticas e terrestres ao longo dos seus ciclos de vida. Os anfíbios foram assim os primeiros organismos a conquistar o meio terrestre e são muito importantes no equilíbrio dos ecossistemas.

A oficina terá início às 21 horas na Junta de Freguesia de Castelões.

O projeto Lagoas e charcas do rio Ave é resultado de uma candidatura submetida com sucesso pelo Laboratório da Paisagem de Guimarães, ao aviso “Educarte: Educar para o Território”, do Fundo Ambiental do Ministério do Ambiente e da Transição Energética.