Nas lagoas e charcas do rio Ave estão presentes várias espécies de plantas invasoras. A maioria destas espécies propaga-se de forma muito numerosa e rebenta vigorosamente após o corte, pelo que as intervenções standard, como o corte, já não são eficazes como meio de eliminação.

No âmbito do projeto Lagoas e Charcas do rio Ave, realiza-se no próximo domingo, 27 de outubro, uma oficina que conta com a participação da especialista Elizabete Marchante do Projeto Invasoras.pt, tem o objetivo de capacitar os participantes com conteúdos teóricos e ações práticas in loco, ajudando a melhorar um espaço que é de todos, não permitindo que as espécies invasoras destruam os ecossistemas ribeirinhos nativos.

A oficina divide-se em duas partes, uma em sala de contexto teórico na Junta de Freguesia de Castelões e outra no exterior, nas charcas do rio Ave com a demonstração e aplicação de técnicas de controlo.

O ponto de encontro será no Laboratório da Paisagem de Guimarães pelas 13h30 para aqueles que requeiram transporte e às 14h para início da Oficina na Junta de Freguesia de Castelões.

Identificação e Controlo de Plantas Invasoras*
(Oficina teórico-prática com demonstração e aplicação de técnicas de controlo)

Data: 27 de outubro de 2019 (domingo)
Horário: 14h-18h
Duração: 4h
Local: Junta de Freguesia de Castelões + Lagoas e charcas do rio Ave (Castelões, Guimarães)
https://goo.gl/maps/eRnxGum6QcyvW4dJ7
(Partida de Guimarães: Laboratório da Paisagem, Creixomil, 13h30)

*A ação inclui lanche, seguro da atividade, ferramentas de trabalho e transporte.