A atividade “Postais Ilustrados de Guimarães”, do Laboratório da Paisagem, foi considerada uma boa prática pelo projeto mundial “The City at Eye Level”. Na sua publicação sobre boas práticas para crianças, assinala 65 estudos científicos, programas urbanos de poder local e contém contribuições e estudos de caso de 30 países diferentes de todo o mundo com experiências e ideias práticas sobre como melhorar as cidades para as crianças.

A publicação “The City at Eye Level for Kid” (A cidade ao nível dos olhos para crianças) distingue Guimarães e a boa prática “Postais Ilustrado de Guimarães”, enfocando a dimensão das crianças e jovens na cidade e o seu papel ativo na criação de cidade. Esta atividade é uma de participação infanto-juvenil em matéria de paisagem urbana, para a construção da cidade do amanhã, do projeto científico Plano de Paisagem, em operação pelo investigador em Geografia do Laboratório da Paisagem, Ricardo Nogueira Martins.

A atividade em causa pretende reduzir a exclusão dos jovens na construção da paisagem urbana empoderando novas formas de participação democrática para uma vida urbana sustentável, ao mesmo tempo que promove uma sociedade mais coesa. Muitas das propostas feitas pelas crianças refletem problemas ambientais e urbanos e renovadas formas de utilização do espaço público. Para além deste tipo de processo de escuta para a transformação sustentável da cidade, a cidade está diretamente a conversar com as crianças, encorajando-as a participar mais ativamente na produção de uma paisagem urbana colaborativa.

Refira-se que esta é a única boa prática portuguesa considerada, havendo apenas duas na Península Ibérica.

O prefácio da publicação é assinado por Maimunah Mohd Sharif, diretora executiva do Programa das Nações Unidas para Assentamentos Humanos (ONU-HABITAT)

O download do pdf gratuito da publicação “The City at Eye Level for Kid” pode ser feito aqui.