Abriu ontem e ficará patente até 3 de novembro no Laboratório da Paisagem de Guimarães o Tempo 3 da exposição “O Verde a Preto e Branco”, da Coleção de Fotografia da Muralha. Com o tema “As Vindimas”, a exposição tem um enfoque nas imagens das vinhas de enforcado e da particularidade do trabalho que elas convocam.

O Verde a Preto e Branco é uma exposição da Coleção de Fotografia da Muralha para o ano de 2017, que já mostrou outros trabalhos no Hotel da Penha, encontrando-se ainda patente, com novas fotografias, no GuimarãeShopping e que resulta de uma parceria entre a Muralha – Associação de Guimarães para a Defesa do Património com o Cineclube de Guimarães, com o apoio do Guimarãeshopping, da Câmara Municipal de Guimarães, da Irmandade da Penha, do  Museu de Alberto Sampaio e do Laboratório da Paisagem.

Para assinalar o arranque do terceiro momento da exposição, marcaram presença, entre outras personalidades, o Presidente da Muralha, Rui Vitor Costa, o Presidente do Laboratório da Paisagem, Jorge Cristino e Manuel Miranda Fernandes, investigador do Centro de Estudos de Geografia e Ordenamento do Território e um dos elementos da equipa responsável pela exposição e pelos textos.